Sábado, 11 de Novembro de 2006

Lágrima...

Uma lágrima cai silenciosa, arrastando com ela uma dor que ficou presa em minha alma. Corre devagarinho pelo rosto, tocando de leve meus lábios, num beijo que guarda o gosto a sal. Desagua serena num pranto calado que eu escondo por detrás de um sorriso…

 

Uma lágrima que se faz emoção nos sentidos que foram de alguém e se fizeram meus. Nasce de um desejo acordado pelo toque suave de uma carícia escrita com as pontas dos dedos, de um beijo sentido nas palavras ditas em silencio…

 

Uma lágrima que é simplesmente mulher. Real ou sonhada, já não sei… Ela é palavra ao vento e alma de Outono, sorri nas lágrimas e chora os sorrisos…Mas é uma só, simples, feita de sentidos e emoções, de sonhos e de realidades, de passado e presente…

 

Um ser perdido no vazio em se deixou prender e que naufragou nas sensações gravadas no corpo, no coração…na alma!

 

Uma lágrima que alguém guardou em sua mão, aprisionando seu amor que em silencio se faz poema nas palavras escritas… Lágrima que se faz mar de saudade e que beija ternamente os lábios de quem a faz nascer…

 

Lágrima sentida que não é mais do que eu…

 


Escrito da alma: Madalena às 12:07
| Comenta aqui
28 comentários:
De Madalena a 13 de Novembro de 2006 às 09:12
A tristeza tem uma certa beleza como tudo aquilo que a vida nos dá a sentir... Um amigo meu, diz que toda a lagrima tem um lado escuro, mesmo as lagrimas de alegria, por isso amiga Magia, não deixes as lagrimas cairem mas faz delas sorrisos...são bem mais bonitos!! Beijo e um sorriso para ti!


De assim sou eu a 18 de Novembro de 2006 às 11:13
Ola Madalena...bela musica***
só para deixar um beijo mágico e um sorriso sincero com os desejos de um optimo fim de semana****
;-)


Comentar post

.posts recentes

. Uma outra vida...

. Minha despedida...

. Sou Outono...

. A oitava maravilha do "no...

. Liberta-me, mas...fica...

. Todas as dores...

. Paz é tudo o que peço...

. Lamento...

. Vives em minha saudade...

. Sou o que sou...

. Chuva...

. Eu...

. Lagrimas...

. Em tuas mãos...

. Mãe...

. Beija-me...

. É teu...

. Asas de sentimento...

. Desisto...

. Beijo-te suavemente...

.arquivos

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004