Sábado, 21 de Outubro de 2006

Sente...

Sente, alma que te vestes de Outono, o dia lá fora que hoje chora contigo, lágrimas de uma saudade que não acaba. Sente alma minha e deixa que cada gota seja uma dor que cai pelo teu rosto para morrer nos lábios, numa despedida…
 
Solta o cabelo ao vento. Deixa que seu murmúrio traga de volta ao teu pensamento, mil e uma palavras que os sentidos sopraram… Escuta com atenção. Ele traz em sua voz, não só amores perdidos e lágrimas mas também esperanças e sorrisos…
 
Vai descalça, alma minha, e dança nos charcos de água que a chuva vai formando, solta tuas magoas para que sejam arrastadas para o mar do esquecimento, ou pelo menos, para um lago de paz…
 
Liberta-te desta concha que te encerra as vontades e que te prende as emoções. Vai… Baila ao som da vida que gota a gota preenche tuas paginas brancas, esquecidas do brilho das estrelas e do calor do sol…Vai e pinta cada instante com as cores do arco-íris…
 
Ouve a melodia de teu coração, alma pequena, que toca baixinho uma canção perdida no tempo mas que continua, tão presente. Ela tem nas suas rimas, os sonhos que ainda podes sonhar… Segue o ritmo descompassado de uma batida que falha sempre que um raio de sol aparece…
 
Sente, alma de Outono, que o dia chora apenas porque assim o queres sentir…
Sente alma pequena, que o teu coração bate de vida e que o dia, mesmo de chuva, é mais um dia para sorrir e amar…

Escrito da alma: Madalena às 15:14
| Comenta aqui
12 comentários:
De acassiacleta a 22 de Outubro de 2006 às 21:22
Escreves lindamente!...E o texto faz todo o sentido...porque mesmo nos dias cinzentos deveria haver vontade de sorrir e viver...muito bonito! Beijinhos


De Madalena a 23 de Outubro de 2006 às 10:54
Os dias cinzentos nem sempre são tristes. Mesmo a chuva quando cai traz com ela alguma magia. Temos é de saber sentir e tentar sorrir... Um sorriso ilumina quem o dá e quem o recebe. Beijo


Comentar post

.Meu selo...


fg.jpg


.Meu outro blog


Image Hosted by ImageShack.us

.Outro Blog Meu


Image Hosted by picoodle.com

.posts recentes

. Uma outra vida...

. Minha despedida...

. Sou Outono...

. A oitava maravilha do "no...

. Liberta-me, mas...fica...

. Todas as dores...

. Paz é tudo o que peço...

. Lamento...

. Vives em minha saudade...

. Sou o que sou...

. Chuva...

. Eu...

. Lagrimas...

. Em tuas mãos...

. Mãe...

. Beija-me...

. É teu...

. Asas de sentimento...

. Desisto...

. Beijo-te suavemente...

.arquivos

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.Meu contador de visitas...