Sábado, 7 de Outubro de 2006

Uma lágrima...

Uma lágrima desliza pelo rosto e morre nos lábios deixando o sabor de um beijo que ficou preso no tempo. Nos lábios onde se deita, salgada e húmida , inventa as palavras que ficaram por dizer... palavras que nascem num murmúrio e que a brisa de Outono leva junto com as folhas caídas de uma vida. Vida que hoje se faz mais triste...

 

Uma lágrima cai silenciosa, trazendo a memoria, saudades de momentos partilhados, de instantes que não voltam mais. Lugares de magia que o pensamento teimou em me levar tantas vezes. Caminhos que se fizeram sonhos nas noites sem dormir e nova esperança nos dias que amanheceram, com a certeza de um sorriso...

 

Uma lágrima  nasce na alma e se faz lago em meus olhos. Nasce num turbilhão de emoções que se vão atropelando no coração. Mistura-se no sangue que me dá vida e torna assim um pouco mais vazia, um pouco mais só a alma que sonhou...

 

Chora alma minha e deixa que as gotas de chuva que caiem de teus olhos, sejam apenas despedidas de penas e magoas que o Outono cismou em fazer voar ao vento...

 

Chora alma pequena para que amanhã possa nascer de novo um sonho...

 

Uma lágrima desliza silenciosa e morre em meus lábios num até já infinito...

 


Escrito da alma: Madalena às 16:38
| Comenta aqui
22 comentários:
De aminhoca a 14 de Outubro de 2006 às 03:00
Chuif, chuif...hoje quem deitam lágrimas "somos nós". O Castor com a taxa de juro do dique sempre a aumentar e eu a ouvir o Manuel Pinho dizer que Portugal saiu da crise...chuif, chuif...não sei se chore se ria...diz lá tu, Óh Ma-da-le-na...(um beijo de boas noites bezuntado à minhoca...Rgggggghhhh).


De Madalena a 14 de Outubro de 2006 às 18:40
Não chores Minhoca, por favor nada de lagrimas... Sorri... Só assim é que isto anda para frente... Mesmo que seja amarelo, mas deixa-me teu sorriso!! Que beijo mais lambuzado... :-)Beijo para ti!


Comentar post

.posts recentes

. Uma outra vida...

. Minha despedida...

. Sou Outono...

. A oitava maravilha do "no...

. Liberta-me, mas...fica...

. Todas as dores...

. Paz é tudo o que peço...

. Lamento...

. Vives em minha saudade...

. Sou o que sou...

. Chuva...

. Eu...

. Lagrimas...

. Em tuas mãos...

. Mãe...

. Beija-me...

. É teu...

. Asas de sentimento...

. Desisto...

. Beijo-te suavemente...

.arquivos

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004