Quarta-feira, 7 de Junho de 2006

Está calor...

Está calor...

Aproveito um minuto de paz ...

 

Descalço-me... Gosto de andar descalça. Sinto uma certa liberdade que por momentos me faz esquecer de onde estou. Não é o soalho de madeira mas sim a areia de nossa praia que sinto sob os pés...

 

Vou até a janela. O mundo parece parado nesta tarde quente. A rua transforma-se em água clara, batida por pequenas ondas... O mar toma conta das lojas e tudo fica sereno. Sopra uma leve brisa que me traz o cheiro a maresia...

 

Ligo a radio numa emissora qualquer e logo uma canção enche a sala de ritmo, mas nem sequer presto atenção... ouço a melodia de meu coração que bate baixinho, em tom descompassado teu nome!

 

Neste pequeno instante, em que tudo se transforma, em que o pensamento te inventa junto a mim, encontro meu porto de abrigo... abraço teu onde me aconchego!

 

Neste momento em que a saudade chama por ti, eu sei que o calor é apenas o toque de teus lábios, num beijo infinito...

 

Está calor...


Escrito da alma: Madalena às 09:29
De C. a 7 de Junho de 2006 às 18:52
La mare plora, mare marona,
damunt les platges del seu cos
pels fills que moren, roses obertes
i en la bellesa el quiet sanglot...

La mare plora perquè a les ones
bressola nàufrags del terror
i espera sempre una resposta
que no li dem ni tu ni jo...

La mare plora, mar i marona
mentre el vent xiula una cançó,
no la consolen les blanques veles
ni els jocs d’infants pel seu vell llom...

Mar i marona que amb el teu alè de vida
mous les onades i els batecs dels nostres dies,
dóna'ns per sempre més el bé de la pau.

(Luis Llach)

Há muitas maneiras de dizer o que sinto... Beijo-te.


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


.posts recentes

. Uma outra vida...

. Minha despedida...

. Sou Outono...

. A oitava maravilha do "no...

. Liberta-me, mas...fica...

. Todas as dores...

. Paz é tudo o que peço...

. Lamento...

. Vives em minha saudade...

. Sou o que sou...

. Chuva...

. Eu...

. Lagrimas...

. Em tuas mãos...

. Mãe...

. Beija-me...

. É teu...

. Asas de sentimento...

. Desisto...

. Beijo-te suavemente...

.arquivos

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004