Sexta-feira, 12 de Agosto de 2005

...

asas2.JPG


Em bicos de pé, para não te acordar desse sonho doce onde te encontro, rodopio ao ritmo compassado de teu coração. O silêncio da noite enche-se de melodias, e as sombras tornam-se brancas, nos contornos de meu corpo que se aconchega ao teu. Sou apenas uma pequena brisa que te acaricia a pele, no roçar de minha alma em teu sono.


Passos de uma dança que te tocam de leve, passeando por contornos imaginados e linhas invisíveis. Movimentos lentos de ternura que enchem o coração de poesia ao fazer de ti meu mais belo poema. Escrevo-te nas páginas brancas de meu seu… em cada palavra te invento de novo… Envolvo-te em meu abraço, protegendo-te dos pesadelos e de tudo o que te magoa, aconchegando-te em minhas asas.


Esta noite fico contigo. As estrelas diminuem o seu brilho, criando na noite uma luz ténua, suave… Olho teu rosto e memorizo cada traço teu. Velo teu sono e só te deixarei nos primeiros raios de sol, quando a vida me chamar de volta para uma realidade sem ti. Está noite farei parte de ti, presa nesse sonho onde não me encontro… Sonho que simplesmente é o meu!


Escrito da alma: Madalena às 13:36
| Comenta aqui
28 comentários:
De Anónimo a 15 de Agosto de 2005 às 14:44
Lindo sonho Madalena.Feliz de quem te inspirou neste sonho.Espero que seja merecedor deste amor tão grande.
beijinhoskaldinhas
(http://kaldinhas.blogs.sapo.pt/)
(mailto:kaldinhas@sapo.pt)


De Anónimo a 15 de Agosto de 2005 às 11:55
Indecências



Quantas esteiras de luz



se acendem



quando me tocas?



Milhares de estrelas



espetam meus dedos



rios se perdem



deixando em abandono



os seus leitos.



E um atropelo de veias



sangue correndo veloz



sem saída.



Tantas farpas



me cortam a pele



tantos frios



eriçam meus pelos



quando me tocas...



Eu ardo febril



- tantas chamas -



e tremo de medo



- quantos gelos -



quando me tocas...



Tantas catástrofes



tumultos



revoltas



provocas em mim.



Alteram-se os sais



queimam-se calorias



e quantas loucuras



submetes minha química



quantas queimaduras



me causa a tua pele.



A quantos perigos



me exponho



quando me tocas...



Mirian Portela

Carlos
(http://vagueando.blogs.sapo.pt/)
(mailto:c_m_a_n_u_e_l@hotmail.com)


De Anónimo a 15 de Agosto de 2005 às 11:48
Olá Madalena. Obrigado pela tua visita ao meu "cantinho crítico". O gajo que sabe tudo, que já viu e que já fez, e que por isso se acha melhor que os outros... deixa cá vêr... Cavaco? Soares? De qualquer modo , são ambos Makambúzios!!! :-)
Também gostei do teu blog. Voltarei certamente mais vezes. Bjs.Piconoclasta
(http://iconoclasta.blogs.sapo.pt)
(mailto:Piconoclasta@sapo.pt)


De Anónimo a 15 de Agosto de 2005 às 05:09
Tens um amor triste contigo, madalena; e contudo é tão profundo que está a ser desperdiçado num sonho...onde não te encontras e que simples/ é o teu.mocho
(http://barrocodomocho.blogs.sapo.pt)
(mailto:mvilamoura@sapo.pt)


De Anónimo a 14 de Agosto de 2005 às 22:53
È tão importante como a água que bebemos, disponibilizarmos o amor do nosso ser, oferecendo a alguêm que mereça a atenção maternal que saí de dentro do nosso coração. Amar alguêm é uma das sublimes maravilhas da qual o ser humano pode-se orgulhar de sentir, e só é pena que ele, humano não tenha a virtude de ser um Anjo. É que os Anjos têm a sensibilidade sentimental de amarem permanentemente a quem juraram acompanhar, apesar de muitas vezes, inglória e ingratamente serem atirados para o esquecimento da sua invisibilidade. Os homens têm com eles a fragilidade em vencer a tentação do indomável demónio do ciúme e do ódio que se alimenta na rudeza e impaciência do homem em amar. Madalena, foi um dos teus melhores pensamentos. Sabes criar emoções nos teus visitantes, e até no reino angélico que te assiste. Um bom fim de semana. [Dominio dos Anjos]HumbertotheWizard
(http://DominiodosAnjos.Blogs.sapo.pt)
(mailto:DominiodosAnjos@MSN.Com)


De Anónimo a 14 de Agosto de 2005 às 21:41
o que vou dizer é muito simples, mas talvez seja melhor assim: muitas vezes não estamos no nosso próprio sonho porque já somos o sonho de alguém. 1001 beijtos..Pensamentos em Branco.
(http://pensamentosembranco.blogs.sapo.pt)
(mailto:anakatcc@hotmail.com)


De Anónimo a 14 de Agosto de 2005 às 18:35
Olá Madalena!
Fantástico, as tuas palavras são tão envolventes! Gostei muito, uma vez mais!Anjinho
(http://anjinhoecompanhia.blogs.sapo.pt)
(mailto:anjinho@netmadeira.com)


De Anónimo a 14 de Agosto de 2005 às 13:17
Já tinha saudades de "te ler"....... Ando um pouco afastada da net, por causa do vai e vem das férias, mas não esqueço os espaços que gosto de visitar.
Um beijo enorme para timar
(http://devaneiosnoar.blogs.sapo.pt)
(mailto:devaneiosnoar@sapo.pt)


De Anónimo a 13 de Agosto de 2005 às 22:22
Que sonho bonito! Sonha sempre, mesmo q os sonhos te parecam impossiveis! São eles q dão cor à vida, neles podemos ser quem quisermos, estar com quem quisermos... e neste nosso mundo somos nós quem comandamos a "realidade" Beijinhos pa tiMargarida & Gonçalo
(http://www.momentosadois.blogs.sapo.pt)
(mailto:margarida-78-leal@sapo.pt)


De Anónimo a 13 de Agosto de 2005 às 19:40
Olá querida Madalena:)! Vim passar o fim-de-semana á "Terra" e tinha que vir visitar os meus Blogs Favoritos! Estive a ler os teus últimos Posts, que como sempre são imbuídos de palavras tão profundas que até nos fazem arrepiar (no bom sentido)! Espero que estejas bem! Um Beijo enorme e um abraço...Carlos.Carlos Afonso
(http://carlosacafonso.blogs.sapo.pt)
(mailto:carlosacafonso@hotmail.com)


Comentar post

.posts recentes

. Uma outra vida...

. Minha despedida...

. Sou Outono...

. A oitava maravilha do "no...

. Liberta-me, mas...fica...

. Todas as dores...

. Paz é tudo o que peço...

. Lamento...

. Vives em minha saudade...

. Sou o que sou...

. Chuva...

. Eu...

. Lagrimas...

. Em tuas mãos...

. Mãe...

. Beija-me...

. É teu...

. Asas de sentimento...

. Desisto...

. Beijo-te suavemente...

.arquivos

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004