Quarta-feira, 22 de Setembro de 2004

Lilás...

lilasblanc.jpg



Aqui sozinha, sem nada para fazer…ou melhor dizendo, sem vontade de fazer nada, deixo a memoria voar para longe.


Voo para um ano qualquer de minha infância.


Sinto o cheiro do lilás. Adoro lilás!


As moradias que circundavam nossa «citée» estavam floridas com aquela flor tão bonita…eram de várias cores…aquelas ruas pareciam uma tela colorida com o lilás exalando seu doce perfume.


Como sempre, um conjunto de miúdos, sempre liderados pelas «manas»… faziam uma inspecção aquelas arvores floridas e colhiam todas aquelas que se atreviam a passar o muro ou a vedação de quem pertenciam…


Perdia-me no seu perfume e na sua beleza, principalmente no lilás branco!


Voltávamos com os braços cheios de ramos coloridos, que nos dificultava a visão e fazia sempre, inevitavelmente um de nos tropeçar e cair…o que levantava claro esta a risada geral. Já se fazia apostas em quem cairia com seu ramo naquele dia!!! Ramos enormes que nossos pequenos braços tinham dificuldades em segurar.


 Já tínhamos uma boa freguesia para nos comprar uns raminhos. Não pedíamos muito…o suficiente para um doce…que ao fim eram partilhados pela cachopada toda. Não me lembra de um bolo me saber tão bem como naquela altura.


Claro que isto era um segredo…ai de nos se nossos pais soubesse que recebíamos dinheiro pelos ramos!!!


Quantos piqueniques fizemos, sentados na relva debaixo de um pinheiro, que sempre foi nosso guarda-sol.


Todos os anos repetia-se a venda do lilás…


Tempo de sorrisos, gargalhadas bem sonoras, gritos de alegria…mil e uma brincadeira e segredos partilhados.


Hoje cheira-me a lilás !!


 


Escrito da alma: Madalena às 12:30
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


.posts recentes

. Uma outra vida...

. Minha despedida...

. Sou Outono...

. A oitava maravilha do "no...

. Liberta-me, mas...fica...

. Todas as dores...

. Paz é tudo o que peço...

. Lamento...

. Vives em minha saudade...

. Sou o que sou...

. Chuva...

. Eu...

. Lagrimas...

. Em tuas mãos...

. Mãe...

. Beija-me...

. É teu...

. Asas de sentimento...

. Desisto...

. Beijo-te suavemente...

.arquivos

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004