Quarta-feira, 6 de Julho de 2005

Procuro-te...

casal_anjo3.jpg


Procuro-te no vazio que enche minha alma, no silêncio que grita em meu ouvido, deixando notas de uma canção esquecida. Melodia de um doce amor, eternamente marcado pelas palavras e para sempre gravado no ritmo do meu coração.
Procuro-te nos cheiros que me envolvem e que trazem a memória tempos passados e nas cores que pintam minha vida de saudade. Lembranças de sorrisos que ainda hoje ouço no riso das estrelas.
Procuro-te no sol que queima mas que dá vida a vida, trazendo o calor do sentimento num raio de sol que entra pela minha janela... Na lua que ilumina a escuridão com suas estrelas e que numa luz terna de seu luar, faz dançar as sombras que se transformam em corpos unidos
Na chuva miudinha e nas gotas de orvalho... Neste mar e nos rios... No sorriso e na lagrima...
Procuro-te fora de mim por estes caminhos que esperam meus passos mas que eu receios seguir. Que se escrevem diante de meus olhos com palavras de ternura e de um carinho imenso, mas no qual eu temo me perder para nunca mais me reencontrar ou...finalmente me descobrir!
Procuro-te em tudo o que me rodeia, no sonho e na esperança, na realidade e no desejo, no dia e na noite...
Procuro-te por todo o lado e não te encontro...
Onde estás alma minha que deixa meu coração num compasso descompassado, batendo ao ritmo do tempo que corre, mas nunca no sentido que quero seguir...
Alma perdida que prende o sonho no horizonte e espera que o dia se faça noite e noite se faça dia...
Onde estás anjo que com tuas asas de doçura me envolves em cada momento num abraço de ternura?


Escrito da alma: Madalena às 10:16
Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.


.posts recentes

. Uma outra vida...

. Minha despedida...

. Sou Outono...

. A oitava maravilha do "no...

. Liberta-me, mas...fica...

. Todas as dores...

. Paz é tudo o que peço...

. Lamento...

. Vives em minha saudade...

. Sou o que sou...

. Chuva...

. Eu...

. Lagrimas...

. Em tuas mãos...

. Mãe...

. Beija-me...

. É teu...

. Asas de sentimento...

. Desisto...

. Beijo-te suavemente...

.arquivos

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004