Quarta-feira, 29 de Março de 2006

Amanheceu...

PassionFlowersp.jpg


O dia amanheceu triste, chorando saudade...
Saudade do calor de teu abraço, de teus lábios tocando os meus, num beijo...
Saudade de um momento que  dura sempre o tempo de um sorriso mas que se torna eterno...


O dia amanheceu cinzento, pintando a alma de melancolia...
O olhar perde-se no horizonte, transformado pela chuva miudinha que cai. Toda a  natureza parece sentir a mesma solidão sem teus braços rodeando meu corpo. O mesmo silêncio de tua voz se faz ouvir lá fora e enche minha alma de uma doce tristeza.
Tudo parece tão cinzento, esquecido pelo brilho do sol e esta chuva que cai silenciosa são apenas lagrimas infinitas de meus olhos presos em teu olhar... Não sei porque me sinto tão só, porque me sinto vazia nem porque chore a natureza e minha alma.


O dia amanheceu cansado, procurando por ti...
Por entre  nuvens de sentidos que ficaram gravados, peço um raio de sol, um sorriso em teu rosto! A chuva bate na minha janela, e canta em meu peito a doce melodia de meu amor. Não quero sair desta nostalgia que cheira a terra molhada e que se transforma no aroma de tua pele, no sabor de um beijo teu.


O dia amanheceu em silêncio, com teu nome em meus lábios....
Lá fora as Camélias ostentam suas flores, colorindo o cinza do dia e sem se importar com a chuva que cai. Baloiçando-se ao sabor do vento, abrem suas pétalas para um raio de sol imaginado por entre os pingos de chuva...
Como elas também eu mostro a cor de meu coração, pintando minha vida com as cores suaves de um terno amor, também eu abro minha alma porque misturado com as lagrimas que chove em minha vida, nasce o raio de sol em teu sorriso que me ilumina...


... mesmo quando o dia amanhece triste...


Escrito da alma: Madalena às 09:22
| Comenta aqui
18 comentários:
De Anónimo a 11 de Abril de 2006 às 19:29
Olá... gostei muito das suas palavras, deixo um abraço...Juda
(http://osaldanossapele.blog.simplesnet.pt)
(mailto:osaldanossapele@simplesnet.pt)


De Anónimo a 9 de Abril de 2006 às 03:04
Olá!!!
Poxa.. parabéns pelo blog!!
Adorei!!! Até peguei uma foto e um texto pra postar no meu flog.. espero q nao se importe.. qualquer coisa me avise!!
Até mais..
bjosLuana
(http://www.flogao.com.br/rockpopkorn)
(mailto:lu.ushizima@gmail.com)


De Anónimo a 9 de Abril de 2006 às 03:00
Olá!!!
Poxa.. parabéns pelo blog!!
Adorei!!! Até peguei uma foto e um texto pra postar no meu flog.. espero q nao se importe.. qualquer coisa me avise!!
Até mais..
bjosLuana
(http://www.flogao.com.br/rockpopkorn)
(mailto:lu.ushizima@gmail.com)


De Anónimo a 7 de Abril de 2006 às 19:14
Olá ... Estou promovendo um concurso ao qual gostaria de convidá-la a participar... blogs com temas de fadas, bruxas, e todos os mundos. Já tem muitas fadinhas inscritas... Está faltando você... Visite-nos pra ver quanta magia há neste evento...
Seu BLOG É muito legal! Seu blog transmite um clima legal para o concurso que estou promovendo...
Se você se interessar pelo concurso...
Estou te esperando... bjos
Sária
(http://olhosdefadaslink.zip.net/)
(mailto:sariasant@yahoo.com.br)


De Anónimo a 6 de Abril de 2006 às 00:25
Ehe,ehe,ehe... gostaste do meu comentário n'os manos? Não?... Oh! que pena... (espera que eu vou dar-te as boas-noites, de mansinho e num sussurro, quando estiveres a dormir... vais ver como sorris no teu sonho...) CHUAC!CASTOR
(http://diquedocastor.blogspot.com)
(mailto:diquedocastor01@sapo.pt)


De Anónimo a 5 de Abril de 2006 às 18:12
Olá menina, há quanto tempo? Hoje encontrei comentarios teus antigos no meu blog, vim a correr para te ler:)) Adorei o teu cantinho! Como sempre encantas-me com a doçura das tuas palavras.
Deixo-te novo endereço onde vou publicando um conto virtualrealidade

Beijinhos

Isaisa&luis
(http://virtualrealidade.blogspot.com)
(mailto:marsereia@gmail.com)


De Anónimo a 5 de Abril de 2006 às 18:10
Não chores de saudade (mesmo que o dia tenha amanhecido triste, eu amanheci com ele e estou em ti). Não te sintas só, vazia, com choro na alma (mesmo que o dia amanheça cinzento, eu amaheci com ele e estou em ti). Não procures por mim (mesmo que o dia amanheça cansado, eu amanheci com ele e estou em ti). Abre a tua alma, deixa que o raio de Sol do meu sorriso te ilumine... porque, mesmo quando o dia amanhece em silêncio, mesmo quando o dia amanhece triste, mesmo até que não amanheça, eu estou em ti... e tu estás em mim. Beijo-te.C.
</a>
(mailto:c@inbox.com)


De Anónimo a 5 de Abril de 2006 às 12:28
Ora bem parabens, demos gracas por ainda haver alguem que entende as coisas como elas sao.
So tu es mesmo tu um jinho especial.
Wolfwolf
</a>
(mailto:wolf@hotmail.com)


De Anónimo a 4 de Abril de 2006 às 02:59
Realmente Madalena, lindo texto, como já te tinha dito. Só voltei a comentar para te informar que o comentário abaixo não é meu. Alguém, certamente falho de inteligência colou algumas frases dos meus ultimos textos no meu blog e montou este comentário do qual eu não tive nenhum conhecimento. Lamento que alguém tenha resolvido fazer essa brincadeira sem carácter. Mas apesar de tudo o comentário até ficou giro. Tem falta de inteligência a pessoa que fez isto, mas conseguiu ligar bem as frases. Portanto amiga este comentário não é meu, não tive nenhuma participação nele e nem tem nada a ver com o teu texto, mas enfim... E já agora eu nunca assino Gonçalinho, foi uma brincadeirinha sem gracinha. Quanto a ti amiga os meus renovados parabéns. És uma autêntica poetisa. BeijosGonçalo
</a>
(mailto:gcausasdelei@msn.com)


De Anónimo a 3 de Abril de 2006 às 20:20
Madalena texto lindo. Os grandes acontecimentos, as grandes metas ultrapassadas, tudo isso são grandes vitórias, grandes alegrias. Hoje é um dia mais triste porque acabei de perder um amigo. No entanto... o mundo gira no amargo-doce da saudade; o mundo gira nos teus olhos quando choras. E quando se confia e em troca se recebe traição é uma dor dupla. Nunca existem dois sonhos iguais, nem 2 sofrimentos iguais mas o medo é sempre igual. Não procures em mim culpas que não tenho. Naquele momento eu já tinha caido com as palavras que tinha acabado de escutar de ti. Quando a tua lembrança se torna insistente eu olho numa foto tua face calma e a lágrima que rola por te sentir ausente não desliza no meu rosto mas na minha alma!!!!Gonçalinho
</a>
(mailto:gcausasdelei@msn.comTe)


Comentar post