Sábado, 12 de Agosto de 2006

Dia 8 de Agosto...

Dia 8 de Agosto…mais um ano se completou, 40 no total, e todas as mensagens, e-mail, e telefonemas diziam a mesma coisa… estou “kota” mas na idade mais bonita, a idade da ternura, a idade para ser aquilo que eu quiser. Nas brincadeiras que me fizeram sorrir, encontrei sempre a maior das verdades, entrei numa nova etapa de minha vida.

 

Andei a vasculhar as gavetas do pensamento e pouco encontrei além de cadernos amarelados pelo tempo, cheios de palavras, de sentidos, de pensamentos…muita dor, poucos sorrisos. Encontrei uma vida feita de Outono e de Invernos escuros e frios… Mas também descobri entre linhas que bordavam o coração, alguns sorrisos, alguns beijos ternos…um amor… uma saudade enorme!

 

Na confusão de estações que alimentavam minha alma, perdi-me muitas vezes e muitas vezes deixei que minha vida fosse apenas aquilo que queriam que fosse… Há muito que tinha perdido os sonhos e quando eles, por alguma razão, voltavam a preencher meu sono, só os deixava embalar a noite, inventando nela as estrelas mais brilhantes, o luar mais belo…

 

O dia amanheceu bonito, quente e cheio de promessas…mas acabou como sempre… de coração vazio… Dia 8 de Agosto…meu dia…o primeiro de uma nova vida!!

 

Hoje, as estações que se misturam na alma são apenas aquelas que quero sentir… Se chegar o Outono, farei dele a primavera e se o Inverno teimar em ser frio, inventarei o sol quente do verão… Se a primavera for colorida demais para meu olhos, então será pintada com as cores quentes dos meses que se despedem do calor e se o sol queimar minha saudade, será na neve e na chuva miudinha que a irei chorar!!

 

Não sei se vou ter força ou se serei capaz de mudar assim…mas prometi a mim mesma tentar, e é o que estou a fazer!

Deixo para trás a dor…enfeito-me de sorrisos…

 

Assim nasce uma nova Madalena…e quem não gostar, que se mantenha ao largo, porque no meu mar, agora, só navega quem eu deixar!!

 


Escrito da alma: Madalena às 18:12
| Comenta aqui
4 comentários:
De Marinheiro a 14 de Agosto de 2006 às 11:10
Marinheiro encartado e com alguns anos de Experiencia, necessita de um mar aberto e calmo q possa navegar.


Psiuuu Óh faz favor

é aqui que se fazem anuncios pô jornali??

;-)


De Carmen Cupido a 14 de Agosto de 2006 às 21:07
O seu blog é lindissimo, sensível, simples mas terrivelmente profundo!
Adicionei aos meus favoritos, espero que não se importe!!
Boa continuação!


De Marisa a 15 de Agosto de 2006 às 23:57
Parabéns! Pelo aniversário... pela nova fase ou etapa de vida a que chegas! Parabéns por aquilo que transmites...
Apenas posso desejar que encontres novos caminhos para vaguear, novas aventuras para ousar, novos capítulos da vida para abrir, novas mudanças para desafiar! Talvez possa dizer, depois esta tua reflexão sobre o teu dia, que hoje termina o prólogo da tua vida... a preparação para a verdadeira actuação terminou. Já aprendeste a aprender. Já aprendeste a amar. Agora embarca na verdadeira aventura!
Felicidades!


De Kita a 18 de Agosto de 2006 às 20:27
Cara Madalena,
os meus parabéns (atrasados) por mais um ano. Sensibilizou-me muito este teu texto. É a princípio triste, acho que sentes que deixaste passar muitas oportunidades de viver realmente. E isso é o que de pior podemos fazer na vida! Porque ela é única e nunca vamos ter oportunidade de nascer de novo... por isso devemos viver de forma a procurarmos simplesmente a nossa felicidade, sem nos preocuparmos com o que possam pensar de nós por fazermos isto ou aquilo. Temos de deixar viver os nossos sonhos, porque eles são a nossa vida!

Fico com um sorriso no final do teu texto. Levantas-te e dás-te conta de que precisas viver a tua vida! Ainda não é tarde, abriste os olhos ao mundo e aos sonhos a tempo! Luta sempre pelo que acreditas e sê a Madalena que vive dentro de ti, solta-te e serás uma nova pessoa...

Beijinhos...
Kita


Comentar post

.Meu selo...


fg.jpg


.Meu outro blog


Image Hosted by ImageShack.us

.Outro Blog Meu


Image Hosted by picoodle.com

.posts recentes

. Uma outra vida...

. Minha despedida...

. Sou Outono...

. A oitava maravilha do "no...

. Liberta-me, mas...fica...

. Todas as dores...

. Paz é tudo o que peço...

. Lamento...

. Vives em minha saudade...

. Sou o que sou...

. Chuva...

. Eu...

. Lagrimas...

. Em tuas mãos...

. Mãe...

. Beija-me...

. É teu...

. Asas de sentimento...

. Desisto...

. Beijo-te suavemente...

.arquivos

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.Meu contador de visitas...