Sábado, 4 de Setembro de 2004

Como uma papoila...

papoila.jpg


Como uma simples papoila ao vento, deixo-me levar pela tormenta que cai na minha vida...Mas como ela, não me deixo arrancar. Agitada pelos vendavais de sentimentos que subjugam meu coração, dobro-me sob a força dos pensamentos e das emoções. E quando a bonança de um carinho volta, fico quieta, simples, corada, da mesma cor que a flor, gritando ao mundo que continuo aqui!!

Escrito da alma: Madalena às 11:41
| Comenta aqui
2 comentários:
De Anónimo a 4 de Dezembro de 2005 às 22:23
Muito bonito...nao quero ser chata, mas o nome da flor é Papoula...

;)

Jo
</a>
(mailto:jboss@secrel.com.br)


De Anónimo a 7 de Setembro de 2004 às 15:16
Como uma papoila!... Flor singela campestre, mas exemplo como um coração simples o deverá ser...ela, sua semente espalhando-se ventos e tempestades...a voam para longe como o amor em cada coração, que por vezes deveria voar no espaço e no tempo... terra árida por vezes, mas onde germina ao sabor das intempéries... e quando floresce gostam dela! Por ser simples... assim todos os corações a deveriam imitar e seguir... amar... mesmo em terras pouco férteis... mas que poderão dar a sua linda cor onde possa florescer seus sentimentos!... Amar! Amar! Amar!... Para que assim em cada rosto de toda a humanidade exista e viva a cor da paz, da concórdia e da fraternidade!...
Beijinhos doces do,
Américo.Américo
</a>
(mailto:psilva11@hotmail.com)


Comentar post