Quarta-feira, 24 de Agosto de 2005

Procuro...

anjoamor.JPG


Procuro o sentido que a vida tem, mas não o encontro!
Todos os caminhos conduzem ao mesmo beco sem saída, a solidão e ao silêncio. Ruas desertas de emoção… Por onde andam os sentidos que não despertam, que se calam e se escondem por detrás de um sorriso fingido?


Procuro no dia, na luz quente do sol, que aquece os corações, a resposta ao frio que gela minha alma. Mas o calor que me envolve, apenas queima meus sentidos, destrói meus sonhos… Não pertenço a luz mas sim a sombra…


Procuro na noite, no luar que se banha no mar e nas estrelas que iluminam meu sono, a magia que um dia encontrei, numas palavras doces, escritas em letra pequenina, na orla de meu coração…


Procuro pelas ondas do mar, nas suas marés, nas águas salgadas, o porquê destas lágrimas, que caiem silenciosa, sem ninguém dar por elas…


Procuro na alma a razão da dor e da tristeza, mas está vazia e nada tem para dizer…
Procuro em tua saudade, em teu carinho… procuro em ti e encontro-me…


Encontro-me perdida em tuas mãos, sem vida, deslizando por entre teus dedos e só agora entendo porquê! Porque minha alma é tua e o sentido que a vida tem, é simplesmente viver em ti!


Escrito da alma: Madalena às 17:12
| Comenta aqui
23 comentários:
De Anónimo a 7 de Novembro de 2005 às 20:19
.. .Eu pensei que tinha encontrado...é lindo o poema..
Bjs
CaJuCaJU
(http://cantinhodumaalma.blogs.sapo.pt)
(mailto:katana@sapo.pt)


De Anónimo a 29 de Agosto de 2005 às 20:04
olá,entrei em seu lindo cantinhuu para conhçe-lo adorei tudo viuu,como temblogs lindos,um mais lindo do que o outro e o seu esta de parabéns,boa semana,bjoss fer.!!***fernanda
(http://www.morenavet.bigblogger.com.br)
(mailto:ferflrvet@yahoo.com.br)


De Anónimo a 29 de Agosto de 2005 às 14:34
O sentido da vida nem sempre é fácil de descobrir... mas acho que é cada um que o constrói à sua maneira. Um dia estás triste e choras, mas há que mostrar à vida que não é mais forte do que nós, há que ter coragem de seguir em frente e procurar novos caminhos que nos conduzam ao sorriso sincero. Vive nessa pessoa, mas vive também em ti... porque quem não consegue viver em si mesmo nunca conseguirá encontrar o seu rumo.Kita
(http://azuleazul.blogs.sapo.pt/)
(mailto:tricia20@iol.pt)


De Anónimo a 29 de Agosto de 2005 às 00:04
A procura da felicidade encontra-se na simplicidade dos humildes e nos corações dos meigos e mansos. Ser feliz é uma procura constante por um certo ideal que satisfaça a inquietação da nossa alma e console, sarando, as cicatrizes com as quais a vida nos marcou. Para se ser feliz, é preciso saber ser. Por vezes, o que nos torna felizes encontra-se ali mesmo á nossa frente, de forma tão aberta e transparente como a pétala de uma flor, que os nossos olhos não dão por isso. Este é vigéssimo comentário. São vinte amigos da Madalena. Vinte pensamentos de terna amizade que certamente iluminarão a existência da nossa amiga Madalena. Há quem não tenha essa benção. [Dominio dos Anjos]HumbertotheWizard
(http://Spaces.MSN.Com/Members/EsferadosAnjos)
(mailto:DominiodosAnjos@MSN.Com)


De Anónimo a 28 de Agosto de 2005 às 19:34
Os homens são como os autocarros.Sai um logo chega outro, vai por mim!....bjksintemporal
(http://Intemporal.blogs.sapo.pt)
(mailto:Intemporal@sapo.pt)


De Anónimo a 28 de Agosto de 2005 às 19:32
Maior que a tristeza de não ter VENCIDO é a VERGI»ONHA de não ter lutado. Não desistas, luta incansávelmente e serás vencedora! Excelente semana que se inicia. Bjsdocerebelde
(http://docerebelde.blogs.sapo.pt)
(mailto:DoceRebelde@hotmail.pt)


De Anónimo a 27 de Agosto de 2005 às 17:42
Madalena Ruiva: já te disse que não quero chorices, ai,ai,ai... Sorriso já!! Nem que seja um sorriso maroto!!! Rôda-se!... Assim, não te acordo mais, vou ficar aqui sentado à espera...CASTOR
(http://diquedocastor.blogs.sapo.pt)
(mailto:diquedocastor@sapo.pt)


De Anónimo a 27 de Agosto de 2005 às 12:38
Não deverá essa procura começar ai, bem dentro de ti! A pessoas em geral tem tendência a dizer que os poemas são tristes quando nos transmitem -um tentar encontrarmo-nos interiormente - mas um poema não pode ser triste por isso, antes pelo contrário. Beijinhos.Maria do Céu
(http://www.maisquepalavras.blogs.sapo.pt)
(mailto:mariaceucosta@sapo.pt)


De Anónimo a 27 de Agosto de 2005 às 12:26
Lindo, mas mt mt triste ... Toda a felicidade do mundo para ti ... Excelente fim de semana ... Beijinhosdoceli/António
(http://http//nossodoceamor2.blogs.sapo.pt)
(mailto:doceli@sapo.pt)


De Anónimo a 27 de Agosto de 2005 às 02:49
Bonito e triste poema, por vezes quanto mais procuramos mais tempo demoramos para encontrar...
quando menos esperares a vida trar-te-á o que procuras...
Um beijoDoryanne
(http://doryanne.blogspot.com)
(mailto:doryanne@sapo.pt)


Comentar post

.Meu selo...


fg.jpg


.Meu outro blog


Image Hosted by ImageShack.us

.Outro Blog Meu


Image Hosted by picoodle.com

.posts recentes

. Uma outra vida...

. Minha despedida...

. Sou Outono...

. A oitava maravilha do "no...

. Liberta-me, mas...fica...

. Todas as dores...

. Paz é tudo o que peço...

. Lamento...

. Vives em minha saudade...

. Sou o que sou...

. Chuva...

. Eu...

. Lagrimas...

. Em tuas mãos...

. Mãe...

. Beija-me...

. É teu...

. Asas de sentimento...

. Desisto...

. Beijo-te suavemente...

.arquivos

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.Meu contador de visitas...