Quarta-feira, 11 de Janeiro de 2006

...

kepeslap_825.jpg


Como um rio que corre, faço de teu corpo o meu caminho… Desagua em ti, traçando as linhas de meu corpo no teu. Sigo por entre vales e montanhas recortados em tua pele e lá ao longe, no horizonte de teu olhar, encontro meu mar…


Serpenteio devagarinho, salpicando ternura por onde passo… Uma vez lento e sereno, água límpida e transparentes, calma e paz que apenas te toca com as pontas dos dedos trazendo uma brisa suave. Aguas doces, carícias sonhadas que se perdem em cada recanto teu…


Outras vezes, rio agitado, correndo contra a saudade… Visto-me de paixão e envolvo-te num abraço onde me afogo contigo. Mil gotas vestem minha alma de desejo. Sigo caminho por entre teus lábios, e neles sou cascata que pinta com uma lágrima de alegria, um arco-íris de mil cores.


Sou rio que corre em tua alma onde a minha se entrega a tua…


Escrito da alma: Madalena às 18:44
| Comenta aqui
5 comentários:
De Anónimo a 16 de Janeiro de 2006 às 13:58
Simplesmente lindo minha doce amiga...
Tuas palavras significam tanto mas tanto para mim...
Pois enxe-me de alegria e conforto,msm nestes momentos mais dificeis...
Tanta paixao tanta loucura,tanta saudade quanta ternura...
É assim a tua doce alma...
Uma alma pura e cristalina cm gotas de um rio de um oceano...
Que essa entrega seja tudo o que mais desejes na vida e que tudo corra bem...
Um bj enorme deste teu amigo que te admira cada vez mais...
moreninho
(http://www.regressaami.blogs.sapo.pt)
(mailto:D_F_A_@hotmail.com)


De Anónimo a 15 de Janeiro de 2006 às 18:16
São suaves os teus textos, líricos, transpiram uma imensa calma. Transmites aquelo tipo de sensações que todos precisaríamos no final de um longo dia... Gostei muito e voltarei seguramente. Boa semanaPagan
(http://paganheart.blogs.sapo.pt)
(mailto:henriquemoreira1@hotmail.com)


De Anónimo a 15 de Janeiro de 2006 às 18:05
Lindo, demais! És sempre uma poetisa sem verso, dona de palavras sempre tão ricas, mas vestidas de uma humildade que arrepia o mais distante de nós. Hoje, não quero dizer muito mais, senão... Obrigado, agradeço a tua forma de ser e estar e bem haja! Palavras como as tuas, só enriquecem este mundo despedido de valores! Parabéns!Lover
(http://versatilidades.blogs.sapo.pt)
(mailto:loverboy4@sapo.pt)


De Anónimo a 15 de Janeiro de 2006 às 13:23
Olha seja lá quem for vc madalena, eu só tenho a agradecer, ja me ajudou com varias mulheres esses seus poemas. (embora ñ sou galinha), obrigado mesmo, se quiser me adicionar no msn fique a vontade.Roberto
</a>
(mailto:desprogramado@hotmail.com)


De Anónimo a 13 de Janeiro de 2006 às 12:49
O q dizer da sua historia? do trecho da sua historia? dos teus pensamentos?
não sei, sei q segue um caminho q parece ser tão calmo e lindo, como tb solitario; não sei se as minhas palavras fazem sentido, acho q qd contamos nosso amor, nossas palavras nunca fazem sentido, mas eu entendi o seu... só não sei muito o q dizer sobre ele... abraços... espero voltar em breve ^^Black_Cat
(http://www.black-cat490.myblog.com.br)
(mailto:sakura_fel@hotmail.com)


Comentar post