Sexta-feira, 7 de Janeiro de 2005

Procuro...

anjo.jpg


Deixo o olhar perder-se no horizonte de minha vida… de dias passados que não deixaram nada e sobre dias que ainda hão-de vir… Não vejo nada! Apenas um céu e um mar que nunca são iguais e que fazem minha alma sofrer. Poderei eu desejar mais que aquilo que me é dado? Será que sou uma eterna insatisfeita que não dá valor ao que lhe é dado? Procuro a resposta no infinito, mas não a encontro!! Queria apenas um raio de sol, um raio de luar…um sorriso! Coisas simples como o sonhar, acreditar…amar!! Vou continuar olhando o horizonte e quem sabe um dia, num pôr-do-sol ou numa alvorada, encontre o que o meu coração procura!! Quem sabe?!...


Escrito da alma: Madalena às 09:11
| Comenta aqui
2 comentários:
De Anónimo a 10 de Janeiro de 2005 às 19:37
Será que esse infinito ainda não deu resposta nenhuma?!... Será que esse sorriso não estará já muito perto de ti, ainda não vês esse raio de sol?!... Ou esse raio de luar?!... Quem sabe se não está muito mais perto do que tu imaginas... Quem sabe?!... Quem sabe?!...António Rebelo
</a>
(mailto:antonio.rebelo1@sapo.pt)


De Anónimo a 9 de Janeiro de 2005 às 20:47
Ao passar por aqui, não deixei de reparar neste texto e ainda por cima acompanhado desta bela gravura, que personifica na minha opinião, aquilo que se passa com o sentimento que te vai na alma. Vejo-te, Madalena como um anjo caído na amargura e na tristeza do seu pecado que procura um sinal e um perdão do seu criador para a sua remissão. Um anjo que espera ardentemente a dissipação das nuvens negras da tempestade para poder retornar ao aconchego do seu verdadeiro lar.Humberto
</a>
(mailto:Merlinthewizardft@hotmail.com)


Comentar post