Quinta-feira, 3 de Fevereiro de 2005

Sinto tua falta!!

Mais um mês passou e apesar de saber que o tempo sara as feridas, a cicatriz deixada pela tua partida nunca se fechara...
Sei que recordar é bom e no entanto hoje preciso esquecer.
Lembro quando eras pequenino e todas as asneiras, os castigos e acima de tudo, do teu sorriso e daquela gargalhada tão gostosa.
Era impossível não rir contigo.
Sinto tua falta!
Por vezes, sem querer, passa uma fotografia tua pelas minhas mãos e não consigo impedir as lagrimas...ainda dói tanto!
Queria acordar deste pesadelo e esperar de novo com ansiedade a tua chegada para umas ferias divertidas...
Meu querido Freddy!! Meu querido sobrinho!!
Como a vida é injusta ao levar-te na primavera da vida com tanto ainda para fazer, para nos dar...
Sinto tua falta!!
Sei que em cada noite vigias quem amas lá do céu, e sei que és aquela estrela que brilha com mais intensidade!!
Sei que és meu anjo da guarda, que estas sempre presente em minha vida assim como de todos aqueles que te amo e não te esquece...
Recuso-me a aceitar tua partida.
Por isso penso em ti a cada dia, rezo por ti em cada noite... faço questão de te lembrar em cada momento.
Sinto tua falta!! Tanto!!


Escrito da alma: Madalena às 14:46
| Comenta aqui
4 comentários:
De Anónimo a 14 de Fevereiro de 2005 às 19:55
Joaninha.
É sempre agradavel fazer estas visitas, quer pelo arrumo, quer por tudo o k vimos encontrar. Parabéns por tudo. Bjnhs do Amigo Zezinho. Há, abri o meu blog aparece por lá e diz algo. bjnhszezinho
(http://www.quimera.blogs.sapo.pt)
(mailto:zezinhomota@sapo.pt)


De Anónimo a 3 de Fevereiro de 2005 às 20:52
É vejo que é-te díficil encontrar palavras que possam certamente exprimir esse nobre sentimento que sentes pelo Freddy. Eu da minha parte, compreendo e respeito. Contudo, deixa-me sublinhar as palavras que referes, "Sei que em cada noite vigias quem amas lá do cêu...", " Sei que ês o meu anjo da guarda que estás sempre presente na minha vida...", porque não utilizas estes ideais teus como bálsamo para sarar a tua ferida? Eu comungo do mesmo pensar que tu Madalena. Imagino que, onde quer que o Freddy esteja, certamente estará feliz dentro do seu novo mundo. Eu acredito, imaginando que se ele estivesse aí desse lado, junto de ti, pegaria num lenço e te enxuguaria as lágrimas, e certamente, agarrando a tua mão com a força da ternura, te suplicaria, para sorrires. Ele colocaria a sua mão no teu coração, como que dizer que será aí que ele estará sempre. A tua tristeza será a sua tristeza, e a tua felicidade a sua felicidade. Sempre.Humberto
</a>
(mailto:Humbertothewizard@hotmail.com)


De Anónimo a 3 de Fevereiro de 2005 às 17:20
Com tanto elogio e tão doces não sei pq esperas para te "inscreveres" como amiga colorida eheeh. obrigado...homemde40
(http://homemde40.blogs.sapo.pt)
(mailto:adulto_lx@sapo.pt)


De Délia Sampaio a 16 de Agosto de 2007 às 17:01
Encontrei teu blog por acaso... e este teu "desabafo" emocionou-me muito... nem consegui conter umas lágrimas teimosas... contudo, sei, porque passei por uma situação muito complicada com o meu filho, que há feridas que não saram... por mais que vivamos, por mais que tentemos esquecer e ultrapassar... seja como for... é preciso ter muita força para encarar as rasteiras da vida!
Parabéns pela tua!


Comentar post