Quinta-feira, 21 de Abril de 2005

Poema...

olho-lagrima.jpg


"Se a brisa da manhã tocar o teu rosto e num gracejo fogoso fizer teus cabelos brincar, saiba que é um carinho meu, que sem querer dizer adeus, pedi ao vento para te entregar...


Se ao andar pelas matas sentir o cheiro da vida, de folhas secas e molhadas, perfume de flores, pode ser jasmim ou qualquer coisa assim, é ainda a minha mensagem que vai com o meu perfume, para você jamais esquecer de mim...


Ao ouvir o barulho de água cristalina, limpa, pura, vai te lembrar minhas loucuras tentando te conquistar. Uma cachoeira encantada vai te lembrar minha risada quando eu só existia para te amar...


E ao ouvir pássaros cantando, em alguns galhos namorando, recordará algumas canções que a gente escutava baixinho, jogados em qualquer cantinho, deixando a canção dizer o que havia em nossos corações...


Se uma gota de orvalho atrevida em tua face pingar e mais uma outra, ainda insistente, cair, é apenas uma lágrima que escorregou, é essa imensa saudade a me consumir...


E, ao cair da tarde, quando tudo for silêncio, olhe para o horizonte , escuta quando a noite chegar. A mesma estrela vai te dizer que, mesmo que nunca mais te encontre, eu jamais vou te esquecer..."


(desconheço o autor)


Escrito da alma: Madalena às 09:29
| Comenta aqui
13 comentários:
De Anónimo a 22 de Abril de 2005 às 13:49
Lindo... muito lindo!

Um beijo e bom fim de semanaFrog
(http://outravoz.blogspot.com)
(mailto:al.santos@netcabo.pt)


De Anónimo a 22 de Abril de 2005 às 00:12
Madalena os anjos não choram, nem se entristecem. Eles vivem em profunda comunhão com o amor e a alegria eternas. A sua felicidade reside em dar um pouco da sua bondade a cada pessoa que assistem. É o seu sacrificio de serem felizes em auxilio do próximo. É amar, proteger, aconselhar, aconchegar, acarinhar os seus protegidos. Tu que ês um anjo, é isso que tens de fazer. Força. Continua. (Dominio dos Anjos)Humberto
(http://DominiodosAnjos.Blogs.Sapo.pt)
(mailto:DominiodosAnjos@Hotmail.com)


De Anónimo a 21 de Abril de 2005 às 22:24
Madalena interessante, não a Madalena mas o poema. Quero mais. Fico á espera.Ted Nojent
</a>
(mailto:tednojent@hotmail.com)


De Anónimo a 21 de Abril de 2005 às 19:59
Muito, muito bonito! Mil beijinhos!!!sussurros da lua
(http://blogfullmoon.blogs.sapo.pt/)
(mailto:sdrcarvalho@hotmail.com)


De Anónimo a 21 de Abril de 2005 às 19:28
Simplesmente lindo o poema........ Um beijomar
(http://devaneiosnoar.blogs.sapo.pt/)
(mailto:devaneiosnoar@sapo.pt)


De Anónimo a 21 de Abril de 2005 às 18:37
Oi miga!Passei por ca para te deixar beijos e dizerte que es uma Kida!!! Adorei este artigo,como os outros todos...beijocas do XandyXandy
(http://almadexandy.weblogger.com.br)
(mailto:romeu75@gmail.com)


De Anónimo a 21 de Abril de 2005 às 18:09
Muito bonito, é sempre corajoso e mostra caracter usar palavras como jamais e nunca...
Beijo meu
JoãoJoão
(http://bamos.blogs.sapo.pt/)
(mailto:alvesalves69@hotmail.com)


De Anónimo a 21 de Abril de 2005 às 17:41
Recebi o teu carinho!Que bom.Estava mesmo precisando de uns miminhos...Lindo poema, que nos deixa uma certa nostalgiaantónio
(http://wwwto.blogs.sapo.pt)
(mailto:asantos365@hotmail.comw)


De Anónimo a 21 de Abril de 2005 às 15:25
Simplesmente lindo...é o que eu gostava de dizer a muita gente que pensa que não penso nelas!Mersmo desconhecendo o autor,você Madalena é quem está de parabéns por tão boa escolha ter feito...Quando no silêncio da noite,um calor estranho sentir,acredite que é um anjo que a meu mando lhe dá um carinho! bjsNeco
(http://www.imgay.blogs.sapo.pt)
(mailto:aaaa@hotmail.com)


De Anónimo a 21 de Abril de 2005 às 12:53
Madalena. Mais um poema que deveria de encantar, emocionar, a pessoa que lhe é dirigido, se fosse eu que recebesse assim um poema, de uma mulher com um interior sublime concerteza que ficaria emocionado e rendido á doce mensagem. PARABÉNS. BJNHS ZEZINHOZEZINHO
(http://www.quimera.blogs.sapo.pt)
(mailto:zezinhomota@sapo.pt)


Comentar post