Quinta-feira, 30 de Dezembro de 2004

Bom ano 2005!...

DSC00590.jpg


Foto tirada por meu irmão Carlos


 Que o ano que acaba fique na memoria por mil e uma coisa boa … Que o novo ano 2005 seja feito em cada dia do calendário, de alegria, paz e muito amor… Que seja em cada segundo um sorriso e que tenha a beleza de um pôr-do-sol…


Bom ano para todos!!!


Escrito da alma: Madalena às 12:56
| Comenta aqui | ver comentários (2)
Terça-feira, 28 de Dezembro de 2004

Mais uma vela!...

derecha.gif


Mais uma vela!...


O céu chora, chuva miudinha, lágrimas salgadas por toda aquela gente que deixou de viver.


Para quê tanto ódio, tantas guerras, se num instante e sem qualquer aviso, a mãe natureza tira a vida a milhares de pessoas? O mundo esta despedaçado, de coração partido, sangrando perante uma tragedia que nada nem ninguém poderia prever.


Uma vela…sempre uma vela! A vida, em cada segundo que passa, pede mais uma vela… Como pode haver alegria quando se ouve ao longe o gemido de quem perdeu um filho, um pai, um amigo?


Acendo uma vela, para que aquelas almas que se perderam possam encontrar um pouco de paz… uma vela por aqueles que apenas ficaram com a dor, a tristeza e com a saudade…


Mais uma vela…e uma lágrima!...


Escrito da alma: Madalena às 15:10
| Comenta aqui
Segunda-feira, 27 de Dezembro de 2004

Feliz ano novo...

natal03.jpg


Pegue 12 meses inteiros.
Limpe-os bem, tirando toda a amargura,
ódio e inveja.
Deixe-os tão limpos quanto possível.


Depois corte cada mês em 28, 30 ou 31
partes diferentes, mas não pegue todas
de uma vez só.
Prepare-as pouco a pouco, atento aos ingredientes.


Misture bem em cada dia uma porção de fé,
uma porção de paciência, uma porção de coragem
e uma porção de trabalho.


Adicione uma parte de esperança, lealdade,
generosidade, meditação e boa vontade.


Tempere tudo com pitadas de espiritualidade,
diversão, um pouco de brincadeiras
e um copo cheio de bom humor.


Despeje tudo isso numa tigela de amor.


Cozinhe bem, com muita alegria,
e enfeite com um sorriso.


Depois sirva tranquila,
desapegada e carinhosamente.


Assim você está destinado a ter um
FELIZ ANO NOVO!


 


Autor desconhecido




Escrito da alma: Madalena às 19:31
| Comenta aqui

Poema de Natal...

100.jpg


 Manda para o mundo um raio
Um raio apenas da luz que teu olhar espalha...
O mundo anda tão triste, menino... tão triste!
Os homens não mais se compreendem.
E querem, outra vez, erguer a Torre de Babel...
Todos se preocupam em subir mais um degrau,
Em ganhar mais uma promoção,
Em amontoar mais dinheiro...


Para que serve o dinheiro, menino?
Olha: se eles não se preocuparem
 com as coisas mais sérias,
Daqui a uns anos,
 terão que comer este dinheiro...
Porque penso que nada mais
haverá de comestível...
Atende-me menino!
O mundo era tão belo quando adolescente,
E hoje na maturidade o que é?
O mundo tem verde. Tem flores. Tem sorrisos.
Tem paisagens. Tem mares. Tem crianças.
Tem caminhos. Tem luzes. Tem cartazes.
Tem fome. Tem desespero. Tem miséria.
Tem medo. Tem desavença. Tem briga.
Tem desemprego. Tem sede. Tem maldade,
discussões e injustiças aos montes...
Arruma isso menino, sim?
Coloca os parafusos.
Alisa as estradas. Perfuma as flores.
Alimenta as esperanças, purifica as paisagens.
Dá tua luz às luzes. Termina a miséria, a fome.
Coloca cada coisa em seu devido lugar, Por favor!
Faz isto,
pelo menos em preparação à Tua Noite
Tua Noite Santa de alegria e de tristezas...


Olga T. Pisset


Escrito da alma: Madalena às 17:34
| Comenta aqui
Quinta-feira, 23 de Dezembro de 2004

Feliz Natal!

Natal.jpg


Um santo e feliz natal para todos.


Um beijo doce!


Escrito da alma: Madalena às 21:29
| Comenta aqui | ver comentários (4)
Quarta-feira, 22 de Dezembro de 2004

Lindo!!

Quando eu morrer, não digas a ninguém que foi por ti.
Cobre meu corpo frio com um desses lençóis
Que alagámos de beijos quando eram outras horas
Nos relógios do mundo e não havia ainda quem soubesse
De nós; e leva-o depois para junto do mar, onde possa
Ser apenas mais um poema – como esses que eu escrevia
Assim que a madrugada se encostava aos vidros e eu
Tinha medo de me deitar só com a tua sombra. Deixa


Que nos meus braços pousem então as aves (que, como eu,
Trazem entre as penas a saudade de um verão carregado
De paixões). E planta à minha volta uma fiada de rosas
Brancas que chamem pelas abelhas, e um cordão de árvores
Que perfurem a noite – porque a morte deve ser clara
Como sal na bainha das ondas, e a cegueira sempre
Me assustou (e eu já ceguei de amor, mas não contes
A ninguém que foi por ti). Quando eu morrer, deixa-me


A ver o mar alto de um rochedo e não chores, nem
Toques com os teus lábios a minha boca fria. E promete-me
Que rasgas os meus versos em pedaços tão pequenos
Como pequenos foram sempre os meus ódios; e que depois
Os  lanças na solidão de um arquipélago e partes sem olhar
Para trás nenhuma vez: se alguém os vir de longe brilhando
Na poeira, cuidará que são flores que o vento despiu, estrelas
Que se escaparam das trevas, pingos de luz, lágrimas de sol,
Ou penas de um anjo que perdeu as asas por amor.


De O canto do vento nos Ciprestes


Escrito da alma: Madalena às 20:07
| Comenta aqui

Mar!...

jvd234.jpg


A quanto tempo não via o mar!!!


Hoje, meu filho fez o desvio e levou-me pela marginal… Simplesmente lindo!!! O sol estava a pôr-se e pintou de cores perfeitas todo aquele quadro… fiquei encantada.


O dia foi de tristeza e a noite não ia ser melhor, mas aquela tela que a natureza dá de graça a quem a quiser observar, deixou-me um pouco mais alegre...  mas não acabou com meu pesar…


Escrito da alma: Madalena às 19:46
| Comenta aqui | ver comentários (3)
Quinta-feira, 16 de Dezembro de 2004

Praia

Feliz, quem sabe, o vento. Sem memória,
beijando-me nos lábios, ele abraça
o meu destino ás cegas na paisagem.
É sempre nesse instante que regresso
á poalha do céu onde começa
talvez a maldição, talvez o encanto
de invocar-te em silêncio. Porque, eu sei,
entre palavras morre a cor dos sonhos,
o vão pressentimento de estar vivo.


Feliz talvez o vento e no entanto,
arrasta ainda areia e vagas vozes
na praia ao abandono. A luz da tarde
encobriu-se de névoa, só o mar
ficou perto de mim - agora é simples:
as ondas trazem de novo o teu sorriso,
movem o seu abismo nos meus olhos,
mas lágrimas nenhumas vão salvar-me
o corpo, a alma, as cinzas, esta vida.


de Acédia, "Poesia Reunida"


Escrito da alma: Madalena às 08:25
| Comenta aqui | ver comentários (2)
Segunda-feira, 13 de Dezembro de 2004

...

existencia.jpg


Uma verdade... uma certeza...


Escrito da alma: Madalena às 09:27
| Comenta aqui

Juro!...

amigos.gif


Quero ser teu amigo para todo o sempre, sem rupturas nem discórdias. Só quando as montanhas foram arrasadas, e os rios estiverem completamente secos, quando chover e nevar no verão, quando o céu e a terra se fundirem


- só então me separarei de ti.


Juramento chinês (sec I da nossa era)


Escrito da alma: Madalena às 09:22
| Comenta aqui

...

casaldecoracao.gif


A suprema felicidade dâ vida é ter a convicção de que somos amados.


     Vitor Hugo


Escrito da alma: Madalena às 08:45
| Comenta aqui | ver comentários (2)

Estou errada?...

bonecarosa.jpg


Os dias passam devagar, iguais uns aos outros. Porque será que não acontece nada? E quando acontece, porque não é algo de bonito?


Devo ter feito alguma coisa muito má… Não nesta vida porque por mais longe que va minha memoria, não me lembro de nada que pudesse causar este meu fado… Deve ter sido em outra vida!!!


Que terei eu feito para ter um coração que chora? Que poderei eu fazer para merecer um pouco de luz?


Até quem me ama, parece ter o dom de me magoar…


Não digo nada! Para quê dizer o que me vai no coração ferido se isso vai fazer com que um amigo, um irmão ou outra pessoa qualquer que me guarda em seu coração sofrer? Será que estou errada?


Grito minhas palavras ao vento para que ninguém as entenda…E no entanto, preciso de quem me ouça e de quem me diga que não estou errada!!!


Escrito da alma: Madalena às 08:36
| Comenta aqui | ver comentários (2)
Quinta-feira, 9 de Dezembro de 2004

...

485yellowtealightfloater.jpg


Meu Deus, concede-me a graça de aceitar com serenidade o que não se pode modificar, a coragem para mudar o que deve ser mudado, e a sabedoria para distinguir uma coisa da outra.


Escrito da alma: Madalena às 08:45
| Comenta aqui | ver comentários (5)

...

sorriso8.gif


Um novo dia... Uma nova esperança!


Um raio de sol... Quem sabe um sorriso!?


Escrito da alma: Madalena às 08:41
| Comenta aqui | ver comentários (2)
Quarta-feira, 8 de Dezembro de 2004

...

blogtr.jpg


O dia amanheceu com o sol a brilhar. Podia ter aproveitado para passear, ir ver o mar… Saudade que eu tenho do mar! Ao menos, perto dele, sinto-me livre, como uma gaivota levada pelo vento…


Mas não tive coragem de sair e enfrentar o dia. O sol mal aqueceu minhas mãos quanto mais meu coração… Tenho frio e neste silencio onde o pensamento fala sozinho, sinto-me gelar… Não sei de onde vem esta sensação de ter perdido algo, não sei bem o quê…


Talvez seja a vida que como a areia desta minha praia, foge por entre os dedos… Serei eu parte desse mar que vem e vai com suas marés? Minha alma deve ser feita de sua água salgada, de suas ondas… Meu coração, um barco perdido na imensidão azul em busca de um porto de abrigo. Onde esta aquela luz que deveria guiar-me? Aquele farol que resgata as almas que não se dão conta que estão a afundar-se? Estarei eu a naufragar?


Ando perdida…Sempre o soube mas tem dias em que eu não consigo sequer respirar e afundo-me no mar desta tristeza que me envolve.


Queria por um momento parar o pensamento e colocar as emoções numa caixinha bem fechada para deixar de as sentir!!! Queria fazer do tempo, tempo passado…esquecido…só assim não magoava meu coração!!! Ou então quem sabe, tempo futuro? Mas será que ele vai vir com tempo de ser tempo feliz? Não sei!!!


Enquanto espero, será sempre tempo perdido…


E o dia finalmente chega ao fim...


Escrito da alma: Madalena às 17:15
| Comenta aqui | ver comentários (3)

Minha alma...

Chuva1.jpg


Minha alma está assim... Feita de mil partículas a espera que um sorriso as consiga juntar!


Escrito da alma: Madalena às 12:45
| Comenta aqui | ver comentários (2)

...

7.jpg


Sou apenas uma pessoa; mas mesmo assim sou alguém.


Não sou capaz de fazer tudo, mas ainda assim sou capaz de fazer alguma coisa.


Não renunciarei a fazer o pouco que posso.


Helen Keller


Escrito da alma: Madalena às 11:01
| Comenta aqui

Coração...

apaixoniteaguda.gif


Dizem que o coração não tem fala, é por isso que ele é mudo.


Saiba que quando a boca fala ele é quem diz tudo!


Escrito da alma: Madalena às 10:43
| Comenta aqui | ver comentários (2)

Um poema...

O coração e os olhos
São dois amantes leais
Quando o coração está triste
Logo os olhos dão sinais.


Se o coração está triste
Ao sofrer algum desgosto
As lágrimas não resistem
E rolam pelo meu rosto.


Para quê viver a sorrir
Se há tristeza no sorriso
Porquê sorrir a mentir
Sem dizer o que é preciso.


Se um dia o meu sorriso
Tiver sua liberdade
Então eu hei-de sorrir
Um sorriso de verdade!


Maria da Guia Gonçalves


Escrito da alma: Madalena às 10:34
| Comenta aqui
Segunda-feira, 6 de Dezembro de 2004

Bom dia!...

bebeDuvido.jpg


O dia amanheceu frio mas com sol… Minha vontade era ficar na cama mas, estamos enjoadas uma da outra!!! Um fim de semana metida nos lençóis é o suficiente para pôr os nervos em franja… Tanta coisa para fazer!!!


Assim, mesmo acompanhada, ainda, de meus micróbios, enfrento um novo dia… Só espero que tenha algo de bom para mim e para o mundo todo. Não é preciso muito, um Bom dia e um sorriso, já faz o dia parecer mais colorido. E se um amigo ligar, então, o dia fica mais quente, mais alegre…


A felicidade é feita de coisas pequenas e custa tão pouco!


Eu deixo-vos a todos um sorriso :-) e o meu bom dia.


Escrito da alma: Madalena às 08:32
| Comenta aqui | ver comentários (2)

Pensamento 3...

br_amor_raton.gif


Amar é encontrar a própria felicidade na felicidade alheia.


Leibnistz


Escrito da alma: Madalena às 08:16
| Comenta aqui
Domingo, 5 de Dezembro de 2004

Cansada!...

cansada 1.gif


Estou cansada sim…de estar no “choco”! Assim peguei nos micróbios e em dois pacotes de lenços e vim até aqui deixar um beijo doce a quem me atura…


Que cansaço estar na cama todo o dia sem nada para fazer. O pensamento, esse, em vez de dormir um pouco, levou-me a passear e não me deu descanso.


Ainda tentei pegar no livro que estou a ler mas não consegui concentrar-me… e a televisão? … sem comentários!!!


Brrr… atchim! Parece que não foi boa ideia vir aqui. Está frio e acho que ouvi minha cama chamar por mim…


É melhor voltar ao “choco”…


Amanhã é um novo dia!


Beijos


Escrito da alma: Madalena às 22:22
| Comenta aqui | ver comentários (2)

Pensamento 2...

arte_vidapalavras60.gif


Se tens o afecto de alguém, não lhe escutes só a voz:


ouve o silêncio também...


Escrito da alma: Madalena às 21:54
| Comenta aqui

Pensamento 1...

4A565753.jpg


O maior de todos os prazeres é dá-los a quem estimamos.


Escrito da alma: Madalena às 21:42
| Comenta aqui
Sábado, 4 de Dezembro de 2004

Para todos...

bomfim.gif


 Estou cansada e com dor de cabeça,alguém interessado em alguns micróbios?
Dá-se gripe....Fim de semana de molho!!!!
Beijos


Escrito da alma: Madalena às 17:50
| Comenta aqui | ver comentários (5)
Sexta-feira, 3 de Dezembro de 2004

Procura-se um amigo...

1011-008-87-1042.gif


Não precisa ser homem - basta ser humano, ter sensibilidade e ter coração.
Precisa de saber falar, de saber calar e, sobretudo, de saber ouvir.
Que goste de poesia, do alvorecer, de pássaros, do sol, da lua, do marulhar das águas límpidas de um riacho e do murmúrio das brisas.
Deve ter amor, um grande amor por alguém ou então a falta de não ter esse grande amor.
Deve guardar segredo sem sacrificar-se.
Não é imprescindível que seja em primeira mão, nem mesmo em segunda; pode já ter sido engadano (todos os amigos são enganados).
Tem que ter ressonâncias humanas; seu principal objectivo deve ser o de ser amigo; deve sentir tristeza das pessoas e compreender o imenso vazio dos solitários.
Procura-se um amigo que tenha os mesmos gostos e que saiba conversar de coisas simples.
Precisa-se de um amigo que diga que vale a pena viver, não porque a vida é bela, mas porque tem um amigo.
Precisa-se de um amigo que, a sorrir, nos bata no ombro e creia em nós.
Precisa-se de um amigo para se ter a certeza que ainda se vive.


Não sei quem é o autor, mas sei o que é precisar de um amigo...


Escrito da alma: Madalena às 08:36
| Comenta aqui | ver comentários (4)

Coração...

1036-033-01-1028.gif


O coração do ser humano encerra tesouros de amor. Cabe a cada um a maravilhosa tarefa de os descobrir.


Raoul Follerreau


Escrito da alma: Madalena às 08:15
| Comenta aqui
Quinta-feira, 2 de Dezembro de 2004

Meu querido sobrinho...

cpka4fallleaves.jpg

Tenho tanta coisa para te dizer e no entanto as palavras recusam-se a sair! Apenas uma palavra volta vezes sem conta ao pensamento: Saudade !! Sei que és aquela estrela, a mais brilhante, a mais bonita, que aparece todas as noites para iluminar o caminho e quem te ama e não te esquece… Saudades, lágrimas e velas para ti meu querido Freddy!

Escrito da alma: Madalena às 09:20
| Comenta aqui | ver comentários (4)

Pensamento...

296pinkrosesandpetalcpk3.jpg


O que as grandes e puras afeições têm de bom, é que depois da felicidade de as ter sentido, resta ainda a felicidade de recordá-las.


Alexandre Dumas


Escrito da alma: Madalena às 08:57
| Comenta aqui

Dormir...

bedbuddies.jpg

O toque do despertador fez-se ouvir e eu quase sem dar por isso desliguei-o.
Não o quero ouvir, quero continuar no silêncio da noite. Quero dormir, dormir e fazer a minha volta o vazio.
Quero ficar aconchegada num buraco negro onde até os pensamentos não existem…quero dormir, apagar a memoria, deixar a escuridão entrar e embalar-me em seu silêncio.
Mas o pensamento não deixa o coração descansar ou ao contrario…
Tenho um coração que fala, não para de falar e por vez até grita…
Então as palavras presas acabam por se soltar enchendo meu quarto de luz e cores…como posso dormir?!
Desisto e apesar de cansada levanto-me para enfrentar um novo dia.
Só espero que ele me traga algo de bonito para que logo quando a noite voltar a cair, eu possa dormir…

Escrito da alma: Madalena às 08:28
| Comenta aqui
Quarta-feira, 1 de Dezembro de 2004

Um porto de abrigo...

CAKZWBQR.jpg


Como é reconfortante sentirmo-nos a salvo com alguém. Não ter de ponderar os pensamentos, nem medir as palavras, mas deixá-las livres, como surgem, o joio e o trigo juntos, sabendo que uma mão fiel os colherá, os haverá de separar, guardará o que tem valor e com um sopro compreensivo, deitará o resto ao vento.


Dinah Ralph


Escrito da alma: Madalena às 15:50
| Comenta aqui

...

anjos6.jpg


Há duas coisas que não alteraram,


Desde que o Tempo é Tempo:


O correr da água


E a maneira doce e estranha do Amor.


 


Poema japonês


Escrito da alma: Madalena às 15:35
| Comenta aqui

Amizade...

A amizade é um amor que nunca morre.


Se me cativares, precisaremos um do outro.
"cativar", significa criar laços...
serás para mim único no mundo.
serei único no mundo para ti.
Se tu me cativares, serás como se o sol iluminasse minha vida.


Saint-Exupéry


Escrito da alma: Madalena às 15:26
| Comenta aqui

O tempo...

velasimple.gif


O tempo parou! Nada acontece! Estou presa nos seus tentáculos e não consigo libertar-me.
Não sei se quero que os ponteiros andam devagar ou se devem girar ao ritmo do meu coração…
Estou aqui, gelada, com o pensamento voando para longe, para além do horizonte ao encontro de um fim de mundo que me parece inatingível… Pensamentos que procuram por entre as ondas do mar um porto de abrigo onde o coração possa ancorar e aí descansar.
Quero sair desta janela por onde vejo a minha dor, minha solidão…Quero fugir desta vida que me mantêm com os pés no chão e encontrar de novo minha alma que anda por aí perdida em busca de um sorriso, de um pequeno raio de sol que consiga o milagre de me aquecer por dentro e por fora….
Quero ouvir o som do silêncio misturado ao som de minha voz ao dizer as palavras que querem nascer, crescer e finalmente sair da prisão do meu peito. Palavras que toda gente conhece mas que muito poucos sabem escutar… Palavras bonitas demais que acabam sempre por ficarem num silencio que magoa…
Vai tempo…Corre de novo e tira-me daqui, nem que por momentos, mas que sejam momentos de alegria e felicidade…
Acendo todos os dias uma vela para que a sua luz ilumine meu caminho e não me deixe cair na escuridão do meu pesar!!!


Escrito da alma: Madalena às 15:04
| Comenta aqui | ver comentários (4)

.Meu selo...


fg.jpg


.Meu outro blog


Image Hosted by ImageShack.us

.Outro Blog Meu


Image Hosted by picoodle.com

.posts recentes

. Uma outra vida...

. Minha despedida...

. Sou Outono...

. A oitava maravilha do "no...

. Liberta-me, mas...fica...

. Todas as dores...

. Paz é tudo o que peço...

. Lamento...

. Vives em minha saudade...

. Sou o que sou...

. Chuva...

. Eu...

. Lagrimas...

. Em tuas mãos...

. Mãe...

. Beija-me...

. É teu...

. Asas de sentimento...

. Desisto...

. Beijo-te suavemente...

.arquivos

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.Meu contador de visitas...