Sábado, 28 de Agosto de 2004

Saudade...

saudade_1.jpg

Escrito da alma: Madalena às 18:20
| Comenta aqui | ver comentários (2)
Sexta-feira, 6 de Agosto de 2004

Esta é para ti mana...

tristesse.jpg


Temos que ter forças suficientes para continuar,e pensar que neste momento ele está bem e alcançou a paz eterna... Tenho pensado nele todos os dias e a cada vez tento mentalizar-me do que realmente se passou,às vezes parece mentira!E parece mentira porque ele continuará para sempre vivo no meu,no teu, nos corações de toda a familia! 


Carlos


Escrito da alma: Madalena às 00:12
| Comenta aqui
Quarta-feira, 4 de Agosto de 2004

Palavras

O que são palavras?
De que boca saíram e em que ouvido irão morrer?
Algumas destinadas aos corações acabam perdidas no vento, outras morrem nos labios
de quem as querem pronunciar.
Ás vezes magoam, umas sem querer e outras com tanta violência que podem mesmo matar.
No entanto, ás vezes são capazes de reconfortar, acarinhar e devolver a vida de quem espera por elas.
Eu conheço duas palavras, as mais bonitas do dicionário!
Elas enchem os corações de alegria e as almas de paz. São flores a dasabrochar na primavera, doce caricia do so, nostalgia dos tons amarelos-alaranjados do outono e são o silencio e a paz da neve tão querida da minha infância.
A primeira, que me deu vida: AMOR, é cheia de carinho, de felicidade, de paixão. Amor pela minha família, por meu filho, luz de minha vida, razão do meu viver e...amor por meus amigos.
Amigos que me levam a segunda palavra:AMIZADE!
Quem disser que vive sem amizade é porque não sabe que já esta morto! Viver sem sorrisos, sem palavras de carinhoa, sem uma mão amiga, é impossível!
Para mim é impensável e até insustentável a ideia de viver sem ela.
Palavras!!
Eu não preciso de as ouvir, basta-me senti-las.
E podem querer que as sinto em cada brisa suave que me beija a face, em cada gota de chuva que canta melodias de saudades, em cada olhar de carinho e em cada sorriso de todos aqueles que eu amo.


08/05/2002

Escrito da alma: Madalena às 11:15
| Comenta aqui
Segunda-feira, 2 de Agosto de 2004

Uma estrela

Faz hoje um mês que fugiste de todos nos, deixando-nos apenas a dor de te perder e a saudade de menino que eras.
Não foi facil e acho que nunca o sera, ficar com tua ausencia...permanente.
Nem todas as lagrimas choradas desde então conseguem aplacar o sofrimento que corroi o coração. Lagrimas de tanta gente que te amava e que te ama.
Não me foi permitido despedir-me de ti, mas tantas vezes falei contigo e com minhas palavras tentei embalar teu sono. Aconcheguei-te em meu peito e baixinho fui recordando.
Mil imagens continuam a aparecer diante dos meus olhos. Alguem disse-me, numa tentativa de aliviar a dor, que enquanto permaneceres no pensamento, continuaras aqui. Assim, deixo a memoria passear por 21 anos de tua presença.
Nasceu mais uma estrela, que brilha mais que qualquer outra. Sei que és tu que nos iluminas com o teu sorriso.
Quand la nuit tombe et nous couvre avec son manteau d´étoile, je sent que tu és la, parmis tout ce qui t´aime.
Pour toi qui est une etoile, je t´envoie un bisous.
Je t´aime Freddy et comme tu me manques!!!


Para meu sobrinho Freddy

Escrito da alma: Madalena às 08:58
| Comenta aqui

Minhas palavras

As vezes quando o coração quer falar, as palavras ficam presas na garganta e torna-se impossivel pronucia-las. E em vez de dar alegria, felicidade...provocam dor. E não é só a quem as quer dizer mas tambem a quem espera ouvir.
Tal qual um pintor, que vê nascer sob seus dedos as cores do arco íris, pinto minhas palavras de preto numa tela que toda a gente pode ver.
São palavras ditas ao vento, sem nunca esperar que elas encontram um abrigo ou o eco.
É minha maneira de as dizer sem magoar ninguem...espero eu!
Mas são e serão sempre palavras ditas pelo coração.
Talvez ela não sejam as mais adequadas para expressar o que o coração sente, mas isso é porque as vezes não há palavras para descrever uma emoção, um sentimento.
São palavras simples como eu. Ditas aqui em voz alta, para aliviar um pouco este coração que grita sem ninguem ouvir.
Palavras...são a voz de minha alma, ditadas pelo coração.
Palavras...são as minhas emoções, meus sentimentos.
Palavras...são pedacinho de mim!

Escrito da alma: Madalena às 08:37
| Comenta aqui | ver comentários (1)

.Meu selo...


fg.jpg


.Meu outro blog


Image Hosted by ImageShack.us

.Outro Blog Meu


Image Hosted by picoodle.com

.posts recentes

. Uma outra vida...

. Minha despedida...

. Sou Outono...

. A oitava maravilha do "no...

. Liberta-me, mas...fica...

. Todas as dores...

. Paz é tudo o que peço...

. Lamento...

. Vives em minha saudade...

. Sou o que sou...

. Chuva...

. Eu...

. Lagrimas...

. Em tuas mãos...

. Mãe...

. Beija-me...

. É teu...

. Asas de sentimento...

. Desisto...

. Beijo-te suavemente...

.arquivos

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.Meu contador de visitas...