Quarta-feira, 14 de Abril de 2004

Saudade...

Saudade...é o sentimento que fica, sempre que alguém de quem gostamos, deixa-nos sua ausência e o seu silêncio.
Saudade...é o que sinto, sempre que o pensamento volta atrás no tempo.
Saudade...é a tua falta.
E que saudade, meu Deus!
Saudade de tua voz no meu ouvido, do teu riso e dessa gargalhada tão gostosa.
Saudades de ti!

Escrito da alma: Madalena às 08:48
| Comenta aqui | ver comentários (2)
Sábado, 10 de Abril de 2004

Minha dor...

As horas vão passando, devagar, num doloroso silêncio, que magoa por demais meu pobre coração. Onde estas? O que aconteceu? A ausência faz os pensamentos voarem por caminhos de dor, de angustia e de muita saudade. Como apagar essa solidão que teima em entrar no meu coração, fazendo tua voz se afastar aos poucos?
Como aguentar este silêncio que gela minha alma? Quero ouvir-te, quero de novo estar contigo!
Perco o juízo com a falta que me fazes. Eu sabia que descobrindo o amor, encontraria dor, mas não imaginava que pudesse doer tanto, estar sem ti.
Não posso acreditar que o tempo, que sempre foi nosso companheiro de «namoro», se tenha virado contra nos. E não quero acreditar, que por alguma razão, te tenhas esquecido de mim.
Não tenho outra solução, fico aqui quietinha a tua espera.
Estas fazendo dos segundos, uma tortura para o meu coração.
Já não sei mais o que inventar para acalmar esta solidão. Só tu, podes-me tirar deste sofrimento.

Escrito da alma: Madalena às 16:59
| Comenta aqui | ver comentários (1)

...

« Mesmo você não me vendo, estarei te olhando. Mesmo não te tocando, estarei te sentido.E por onde você estiver passando estarei te seguindo. Nos teus olhos eu me vejo. Com teu sorriso eu me encanto. No teu corpo está o meu desejo. Em tua alma os meus sonhos...!»
Anonimo

Escrito da alma: Madalena às 16:45
| Comenta aqui

...

Não sou como a abelha saqueadora que vai sugar o mel de uma flor, e depois de outra flor.
Sou como o negro escaravelho que se enclausura no seio de uma única rosa e vive nela até que ela feche as pétalas sobre ele, e , abafado nesse aperto supremo, morre entre os braços da flor que elegeu.
Roger Martin Du Gard.

Escrito da alma: Madalena às 16:37
| Comenta aqui | ver comentários (1)

Uma Santa Páscoa....

dhh.gif



Muitas amêndoas e muitos coelhinhos de chocolate!(olha a conta do dentista!)


Escrito da alma: Madalena às 15:01
| Comenta aqui | ver comentários (1)

Tua voz...

Encontrei-te por acaso, e por acaso falei contigo. Nada fazia prever o que depois aconteceu... Sem saber como ou porquê, fui feita prisioneira de tua voz. Talvez não seja nada de especial, mas nela senti magia, carinho, muita docura... Falo com o vento e nunca obtive resposta. Não esperava que ontem fosse diferente. Como dizer-te que minha voz teve eco na tua? Como dizer-te que tenho saudades de te ouvir? Que fizeste meu coração parar? E que estas no meu pensamento em cada instante?
Não te posso dizer nada disso... digo-o ao vento, e espero pacientemente que um dia, ele me traga as respostas.

Escrito da alma: Madalena às 14:53
| Comenta aqui | ver comentários (1)
Sexta-feira, 9 de Abril de 2004

Palavras ao vento....

As minhas palavras são sempre ditas ao vento...
Digo-as como quero: com magoa, com desejo,com carinho, com amor...
Porquê ao vento?
Porque ele ouve sem se queixar, sem repreender...ouve apenas e leva-as para bem longe.
Tudo o que eu te quiser dizer, serão sempre palavras ao vento...nunca chegarão ao teu ouvido...
Nunca saberas o quanto eu te amo, o quanto me faz mal a tua ausência.
Só o vento ouve o lamento de quem sofre e não reclama pelas palavras de dor...pelo contrario...as vezes chama a chuva para esconder minhas lagrimas.



Escrito da alma: Madalena às 16:08
| Comenta aqui | ver comentários (1)

.Meu selo...


fg.jpg


.Meu outro blog


Image Hosted by ImageShack.us

.Outro Blog Meu


Image Hosted by picoodle.com

.posts recentes

. Uma outra vida...

. Minha despedida...

. Sou Outono...

. A oitava maravilha do "no...

. Liberta-me, mas...fica...

. Todas as dores...

. Paz é tudo o que peço...

. Lamento...

. Vives em minha saudade...

. Sou o que sou...

. Chuva...

. Eu...

. Lagrimas...

. Em tuas mãos...

. Mãe...

. Beija-me...

. É teu...

. Asas de sentimento...

. Desisto...

. Beijo-te suavemente...

.arquivos

. Novembro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

. Março 2008

. Fevereiro 2008

. Janeiro 2008

. Dezembro 2007

. Novembro 2007

. Outubro 2007

. Setembro 2007

. Agosto 2007

. Julho 2007

. Junho 2007

. Maio 2007

. Abril 2007

. Março 2007

. Fevereiro 2007

. Janeiro 2007

. Dezembro 2006

. Novembro 2006

. Outubro 2006

. Setembro 2006

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

.Meu contador de visitas...