Sábado, 4 de Junho de 2005

...

a1.bmp


Anjo que tardas, dá-me as tuas asa que eu dou-te alegria. Anjo sem casa nem sabedoria, balda-te ao céu, faz-me companhia. Anjo fugido, de cabeça esguia, pousa no meu colo e diz-me«bom dia». Anjo enganado, cor da minha vida, volta para o meu lado ou dá-me uma saída. Anjo do escuro, pássaro sem medo, leva as minhas penas, dá-me o teu segredo.


Inês Pedrosa em "fazes-me falta"


Escrito da alma: Madalena às 23:21
| Comenta aqui
11 comentários:
De Anónimo a 6 de Junho de 2005 às 22:46
Sempre os anjos!...E eu que sempre quis ser um anjo, dou comigo por vezes a ser anjinho...Será que um dia poderei ser o teu anjo e dizer-te com doçura:Bom dia meu anjo lindo...antónio
(http://wwwto.blogs.sapo.pt)
(mailto:asantos365@hotmail.com)


De Anónimo a 6 de Junho de 2005 às 20:12
Madalena: obrigado plas tuas palavrasa no meu blog. Decidi dar uma passadinha muito rápida, mas que deu para perceber que tens uma alma sensível e bonita. Mas também uma alma que se tenta encontrar, das mais variadas formas. Ou estarei enganado?
Bjins e decerto que cá voltarei!
MartimMartim
(http://www.euviumgato.blogspot.com)
(mailto:dr_vacine@hormail.com)


De Anónimo a 6 de Junho de 2005 às 14:18
Lindo, lindo!!!! Eu não sendo anjo, deixo-te aqui um beijo cheio de carinho :))sylpha
(http://almanua.blogs.sapo.pt)
(mailto:sylpha@sapo.pt)


De Anónimo a 6 de Junho de 2005 às 12:36
Madalena. Vou continuando na exploração da net e vou descobrindo novos mundos novos interesses, aproveito vou recolhendo material para os meus blogs (4) dois para experiências, também aproveito recolher matéria para o quimera que irá surgir com novo destino. Desejo-te uma boa semana acompanhada de muita saúde. Fica bem e sê feliz. bjnhs zezinho zezinho
(http://zezinhomota.blogs.sapo.pt)
(mailto:zezinhomota@sapo.pt)


De Anónimo a 6 de Junho de 2005 às 09:07
Uma das primeiras orações que aprendi quando eu era pequenino e que a minha mãe me ensinou foi ao "anjinho da guarda"...PDivulg
(http://lacosazuis.blogs.sapo.pt)
(mailto:pdivulg@sapo.pt)


De Anónimo a 6 de Junho de 2005 às 05:09
Sem palavras.. mas com um enorme beijo..
Gostava de ver sorrisos aqui :)
JoãoJoão
</a>
(mailto:alvesalves69@hotmail.com)


De Anónimo a 5 de Junho de 2005 às 23:56
"Anjo bom, amor perfeito no meu peito..." Anjo que apareceu na minha vida, vem depressa, dá-me o teu amor, e leva-me ctg...Gostei do texto...bjs mana.Neco
(http://www.imgay.blogs.sapo.pt)
(mailto:ccbaixinho@hotmail.com)


De Anónimo a 5 de Junho de 2005 às 13:22
Olá Madalena!! Ando há imenso tempo para comprar esse livro...será agora, já que me despertaste a curiosidade? Mil beijinhos e tem um bom domingo!!sussurros da lua
(http://blogfullmoon.blogs.sapo.pt/)
(mailto:sdrcarvalho@hotmail.com)


De Anónimo a 5 de Junho de 2005 às 11:39
Comovente sem dúvida esta visão da Inês Pedrosa sobre o Anjo abandonado, o que nos leva a pensar que os Anjos não os invisíveis, porque esses não sentem a amargura nem a melancolia ou frustação de algo que não correu bem, mas sim os de carne e osso que proliferam um pouco por todo o lado, em que alguns até se encontram perto de nós, e se comete a injustiça de esquecer o bem que eles fizeram. É que eles tambem são gente como nós, sofrem no coração, o desdém e a indiferença dos homens com quem se preocuparam e a quem tantas vezes estenderam as suas mãos. Madalena venho aqui deixar-te um sorriso de boa disposição, e agradecer-te por este magnifico retrato publicado.Humberto
(http://DominiodosAnjos.Blogs.sapo.pt)
(mailto:Humbertothewizard@Hotmail.com)


De Anónimo a 5 de Junho de 2005 às 03:53
Hummm, apanhei-te a dormir, não foi? Que um anjo esteja a teu lado a ver-te dormir. Boa noite.mocho
(http://)
(mailto:mvilamoura@sapo.pt)


Comentar post